O José é que tinha razão

Tinhas razão José. Não falhaste em nada no que escreveste naquele livro cujo título não lembraria a ninguém, nem à mais imaginativa cabeça viva neste mundo retorcido de ideologias. Alguém poderia lembrar-se de escrever sobre as consequências da não morte num único dia?! Alguém poderia imaginar as implicações que esse inimaginável acontecimento teria para a Humanidade, a não seres tu, José? Não. Trilhaste a história…

Continue Reading O José é que tinha razão

End of content

No more pages to load