Discripção da Obra da Barrinha da Nazareth (1824)

Ministério dos Negocios do Reino. Discripção da Obra da Barrinha da Nazareth. Ao sul da Costa da Nazareth, junto á base das montanhas que olhão para o Poente, está situado o Lugar denominado as Barracas da praia, proximo do qual passa o Rio da Barquinha a desaguar no Oceano: e que havendo-se apartado do seu primitivo leito, se dirigia quasi em linha recta ao sobredito lugar, ameaçando a ruina da sua povoação: daqui se seguia tanto o entupimento da foz, que com grande incommodo dos povos vizinhos era repetidas vezes de novo aberta, como a inundação dos ferteis campos adjacentes com o retrocesso das aguas por hum terreno de arêas soltas, e movediças, falto de suficientes margens para os suster. Para obstar a estes males se construio hum paredão de pedra, abaulado sobre terreno fachinado, que tem 1617 palmos[1] de comprimento, feito entre estacas de varias dimensões cravadas, tendo a…

0 Comments

O “BAPTISMO DO PRÍNCIPE DE DONGO” (Angola) e a referência à Igreja de Nossa Senhora de Nazareth, à Pederneira e ao Forte

BAPTISMO DO PRÍNCIPE DE DONGO [1] (1-5-1674) SUMARIO- Como o Príncipe D. Filipe, filho do Rei desbaratado do Dongo, veio prisioneiro para Alcobaça e ali foi baptizado no dia 1 de Maio de 1674, sendo padrinho o D. Abade Geral, na presença de todo o convento. Segunda feira vinte & noue de Mayo de 1673, entrou em este Real Mosteiro de Alcobaça o Princepe negro chamado Golamona, que vale o mesmo que D. Felipe, vnico filho de Gola ou D. loam de Dongo, e Pedras, e da Rainha Camaça, idest D. loanna, os quaes Manefutos ou Reys seus Paez morreram ambos na guerra que o nosso Governador de Angola lhe fez o ano passado de 1671 e o dito princepe ficou prisioneiro com Cabangua idest D. Diogo seu tio, irmão del Rey seu pae, e ambos vieram pera Lisboa aonde o tio morreu de bexigas e o Princepe por ordê do…

0 Comments