D. Maria Cândida Saldanha, Condessa de Hendel, natural da Golegã

Continuando a saga, aqui se apresenta sem grandes dissertações o falecimento de gente ilustre na antiga Freguesia e Concelho da Pederneira.
Outros existem mas por ora, temos uma Condessa, natural da Golegã, cuja genealogia parece já estar estudada, assim como a dos Condes de Hendel.
«Aos vinte e quatro dias do mez de Setembro de mil oitocentos quarenta e hum annos em a Praia desta Freguezia de Nossa Senhora das Areas da Villa da Pederneira, faleceu como de Repente, sem poder receber os Sacramentos a Exc[ma] D. Maria Candida Saldanha, Condeça de Hendel, natural da Golegam, viuva de Carlos António, Conde de Hendel, Senhor de Castel Bel, e no dia seguinte 25 do Corrente, passadas as vinte, e quatro horas, p.ª mais, foi seu corpo sepultado no Cemitério desta Freguesia, do que tudo fis este assento, que assigney. 
O Vigário Antonio José Ferreira»*
*ADLRA – PEDERNEIRA, Livro de Óbitos, 1841.
Nota: Na Gazeta de Lisboa nota-se o que se segue: 
«Carlos António, Conde de Hendel, natural do Tyrol, tendo casado occultadamente, em Cadix, com a Senhora D. Maria Cândida, filha mais velha do Sr. Saldanha da Golegã, manda fazer público este seu casamento, para sastifação [sic] da Família e Esposa.»**

** Gazeta de Lisboa, nº154, 1-7-1811.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *