Casal da Horta do Gastão – Limite da Vila da Pederneira

Um dos problemas no que respeita à investigação dos locais - pode não ser o caso - é a perda de referências geográficas, e de memória, por parte de uma qualquer comunidade. Quando tentamos identificar um sítio no âmbito de uma qualquer conversa, ou mesmo de um trabalho de maior complexidade, uma das premissas é a auscultação das pessoas cuja vivência nos garante o conhecimento do território, sendo que à memória dos locais estão sempre ligadas as vivências e, por conseguinte, a relação intemporal entre o Homem e o Lugar. Este é um excelente exemplo dessa relação que, confesso, já tentei averiguar em tempos idos. Mas, mais uma vez nos aparecem os registos paroquiais para, pelo menos, nos elucidarem sobre o nome de um determinado local, como o que agora se apresenta. Devemos, contudo, levar em conta que este "Cazal", como lhe chama o Vigário, poderá ter outros nomes, antes…

0 Comments